DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2018 - PROJEÇÃO

Troféu Destaques dos Festivais apontará os melhores do Festivais de 2018.
Faltando dois meses para o final do ano de 2018, alguns nomes já despontam na acirrada, mas fraterna, disputa pelo Troféu Destaques dos Festivais, iniciativa do comunicador Jairo Reis que distingue e divulga os melhores de cada ano no universo dos festivais de música e de poesia. É quase certo que haverá modificações neste cenário até agora retratado, tendo em vista que, até os derradeiros dias do mês de dezembro, aproximadamente 13 festivais ainda estão programados. São eles:
10º Expocanto -  02 a 04 de novembro - Arroio Grande
5ª Tertúlia da Poesia - 03 de novembro – Santa Maria                         
26ª Tertúlia Nativista -  09 a 11 de novembro - Santa Maria
7ª Vertente da Canção Nativa - 15 a 17 de novembro - Piratini
9º Cantador de Campanha - 16 e 17 de novembro - Santana do Livramento
27ª Vigília do Canto Gaúcho - 17 de novembro - Cachoeira do Sul
7º Canto de Luz - 21 a 24 de novembro - Ijuí
15º Canto da Lagoa - 23 a 25 de novembro- Encantado
33º Ponche Verde da Canção Gaúcha - 23 a 25 de novembro - Dom Pedrito
11º O RG Canta Cooperativismo - 24 de novembro - Pedro Osório
5ª Aldeia da Canção Gaúcha - 28 e 29 de novembro - Gravataí
12º Canto Sem Fronteira - 06 a 08 de dezembro - Bagé
41ª Califórnia da Canção Nativa - 07 a 09 de dezembro - Uruguaiana
    

Considerando as premiações dos eventos realizados de janeiro a outubro/2018, é possível projetar, de forma ainda parcial, os seguintes resultados:

FESTIVAIS DE CANÇÕES:
Compositor Com Mais Primeiros Lugares:   Cinco compositores estão ponteando esta modalidade com 2 vitórias cada um:   Francisco Luzardo, Juliano Gomes, Juliano Santos, Rodrigo Bauer e Thiago Souza.

Melhor Intérprete Feminino:   Estão no páreo duas intérpretes, com 1 troféu cada uma:  Adrieli Sperandir e Paola Kist    

Melhor Intérprete Masculino: O cantor Nilton Ferreira está liderando a modalidade com 3 troféus conquistados. É seguido de perto pelos intérpretes Alex Har, Igor Tadielo e Pirisca Grecco, todos com 2 conquistas cada um.                  

Melhor Instrumentista:  Com 02 troféus conquistados cada um, os violonistas Guilherme Castilhos e Matheus Alves e os gaiteiros Marcelo Bassaldua e Mauro Silva, disputam a liderança da modalidade.

Melhor Letrista:  O poeta Rodrigo Bauer lidera com 3 troféus, seguido de perto por Francisco Brasil, Francisco Luzardo e Juliano Santos, com 2 troféus cada um.      

Melhor Melodista:  Os músicos Jan Bittancourt e Juliano Gomes lideram a modalidade com 2 troféus cada um.

Intérprete Com Mais Vitórias:  Alex Harvem liderando a modalidade, com 3 premiações obtidas.   Ele é seguido de perto por André Teixeira, Fabiano Bacchieri, Jean Kirchoff, Nilton Ferreira e Robledo Martins, com 2 conquistas cada um.       

Compositor Com Mais Premiações:   O melodista Juliano Gomes lidera a modalidade com 5 troféus conquistados. Muito próximos dele, aparecem os letristas Evair Gomes e Rodrigo Bauer, ambos com 4 troféus. 

FESTIVAIS DE POESIA: 
Poeta Com Mais Primeiros Lugares:   Joseti Gomese Moisés Menezes, dividem a liderança da modalidade com 2 primeiros lugares conquistados.  

Melhor Declamadora:  Liliana Cardoso lidera a modalidade com 1 troféu.

Melhor Declamador:    Neiton Peruffolidera a modalidade com 3 troféus.

Melhor Amadrinhador:  Seis amadrinhadores estão no páreo, com 1 troféu cada um:   Cesar Sosa, Danilo Kuhn, Fernando Graciola, Kayke Melo, Luciano Salerno e Willian Andrade

Poeta Com Mais Premiações:  Moisés Silveira de Menezes lidera até o momento com 4 destaques, seguido de perto por Joseti Gomes e Mateus Neves da Fontoura, com 2 troféus cada um.                                                     

Declamador Com Mais Premiações:  Dividem a liderança da modalidade, os declamadores Neiton Peruffo e Pedro Junior da Fontoura, com 5 conquistas cada um.                      

Amadrinhador Com Mais Premiações:  O violonista Clênio Bibiano da Rosa ponteia momentaneamente a modalidade, com 3 premiações.

FESTIVAIS DE MÚSICA INSTRUMENTAL:
Autor com Mais Primeiros Lugares:   O músico Edilberto Bérgamo surge na liderança com 2 primeiro lugares.  

Melhor Instrumentista:  Quatro instrumentistas parecem na liderança com 1 troféu cada um:   Diego Machado, Matheus Kleber, Ricardo Borges, Ricardo Comasseto.       

Melhor Melodista:   João Paulo Deckerte Ricardo Martins dividem a liderança da modalidade com 1 troféu cada um.

Autor Com Mais Premiações: O gaiteiro Edilberto Bérgamo lidera a modalidade com 2 premiações.

JURADO MAIS REQUISITADO: 
Levando em conta os 32 festivais de música e os 06 de poesia realizados até agora, despontam entre os mais atuantes, com 03 participações cada um, os seguintes avaliadores: Ita Cunha, Jaime Brum Carlos, Romeu Weber e Zulmar Benitez.

MÚSICA DO ANO: 
A MUSICA DO ANO, será definida por uma comissão avaliadora, formada por 07 (sete) pessoas, dotadas de conhecimento, capacidade técnica e responsabilidade para a importância da missão.   A referida comissão ouvirá e apreciará todas as músicas (canções e instrumentais) vencedoras dos festivais realizados em 2018, incluídas até aquelas obras que ganharam eventuais “Linhas”.  

POESIA DO ANO: 
A POESIA DO ANO, será definida pela mesma comissão avaliadora das músicas. A referida comissão analisará todas as poesias vencedoras dos festivais realizados em 2018.