FESTIVAL DA BARRANCA - RESULTADO

Mario Canelas entrega o troféu aos vencedores da 48ª Barranca.
O Festival da Barranca acontece desde 1971, sempre no período da Páscoa.
Às margens do rio Uruguai, no interior de São Borja, um grupo de aproximadamente 200 pessoas, a maioria delas ligadas ao universo poético musical rio-grandense, se reúne para, entre outras coisas, formar parcerias com o intuito de compor canções inéditas sobre um tema estabelecido pela comissão organizadora. O referido tema é divulgado na Sexta-feira Santa e as músicas são apresentadas na noite de sábado.  

Para esta 48ª Edição do Festival da Barranca, realizada de 25 a 27 de abril, o tema escolhido foi “Abraço”.

Para as premiações “pitorescas” estabelecidas na Barranca, os agraciados são os seguintes:

Canção Inédita (Troféu Aparício Silva Rillo):

Primeiro Lugar:  Num Abraço de Cordeona"

Gênero: Vaneira Missioneira

Letra: Diego Muller

Melodia:  Desidério Souza/João Malheiros

Interpretação:  Desidério souza e João Malheiros


Segundo Lugar:  Juntos

Gênero:  Milonga

Letra: Ciro Ferreira/Lucas Ferrera

Melodia: Ciro Ferreira/Lucas Ferrera

Interpretação:


Terceiro Lugar:    ?????


Troféu Quá-Quá (Música Jocosa)
Primeiro Lugar:   Quem Cagô

Autor: Gustavo Brodinho


Segundo Lugar:  Maçambará

Autor: Pirisca Grecco


Melhor Poema:   ?????

Cigarra do Acampamento (o que canta mais horas seguidas): Sérgio Rojas

Comendador da Borracheira:    ??????


Fontes:  Diego Muller  e Glei Soares